Dívidas ao FMI: Maleiane diz que governo fez sua parte e o resto é com a PGR

0
1417
views

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que não haveria de negociar com Governo qualquer programa de ajuda ao Orçamento do Estado (OE), antes que seja totalmente esclarecida a questão das dívidas e responsabilizados os culpados.

E sem apoios, o Governo mesmo assim já entregou à Assembleia da República o Orçamento de Estado para o próximo ano, que foi elaborado dentro das limitações impostas pelos cortes dos parceiros.

A Educação e a Saúde continuam a ser prioridade no Orçamento para o próximo ano, e, apesar da crise, não vão sofrer cortes.

Estes sectores beneficiam ainda do apoio dos parceiros que financiam os projectos.


Warning: A non-numeric value encountered in /srv/users/noticias/apps/noticias/public/wp-content/themes/ionMag/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here