“Trata-se de um acto hediondo e condenável” Nyusi

0
992
views

O Presidente da República, Filipe Nyusi, reagiu, ontem, à morte do presidente do Município de Nampula, Mahamudo Amurane, alvejado mortalmente, no dia de Outubro em frente à sua casa.

Nyusi diz ter recebido a notícia do baleamento de Amurane com sentimento de choque e profunda tristeza.

Para o Presidente, esta morte “Trata-se de um acto hediondo e vigorosamente condenável em todos os sentidos, independentemente das suas motivações, sobretudo por ocorrer no dia em que exaltamos a paz, reconciliação e concórdia no seio da família moçambicana. É um crime vil que contraria os esforços e o apelo que fazemos a todos os nossos compatriotas no sentido de cada um fazer a sua parte para preservar esta paz que constitui o património sagrado de todos os moçambicanos”, refere o Estadista, em comunicado.

Neste sentido, Filipe Nyusi, que considera o crime brutal e irracional, exorta as forças da lei e ordem para “tudo fazerem com vista a que se esclareça o mais rápido possível, a situação em que ocorreu o crime para que os seus prevaricadores sejam identificados, neutralizados, levados à barra da justiça e, exemplarmente, punidos”.

Por outro lado, apelou a todos os moçambicanos a manterem serenidade e colaborarem com os organismos de investigação competentes.

Em nome do Governo, do povo e em seu, o Presidente da República endereçou condolências à família enlutada.


Warning: A non-numeric value encountered in /srv/users/noticias/apps/noticias/public/wp-content/themes/ionMag/includes/wp_booster/td_block.php on line 1008

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here